Sindienergia-RS entrega Destaques Renováveis 2023 a nomes que fizeram a diferença no setor de energias renováveis

Sindienergia-RS entrega Destaques Renováveis 2023 a nomes que fizeram a diferença no setor de energias renováveis

A importância dos profissionais e autoridades na trajetória da consolidação das energias renováveis no Rio Grande do Sul foi reconhecida na noite desta quarta-feira (6). O Sindicato da Indústria de Energias Renováveis do RS (Sindienergia-RS) homenageou 17 nomes que fazem a diferença para o segmento no Estado.

Premiados Sindienergia RS

A cerimônia da segunda edição do Prêmio Destaques Renováveis 2023 ocorreu no clube Leopoldina Juvenil e reuniu representantes de empresas, entidades e do setor público, além de profissionais que atuam na área. Os homenageados receberam o reconhecimento por fazerem a diferença no setor de energias renováveis gaúcho. O presidente do Sindienergia-RS, Guilherme Sari, fez uma breve retrospectiva sobre o setor ao longo dos 6 anos em que esteve à frente do Sindicato.

“Hoje, somos aproximadamente 80 associados em uma entidade com 11 anos de história, relações com diversas entidades estaduais, nacionais e internacionais e conexões que vão muito além do mercado de energia e que impulsionam essa economia. O setor de energia e, sobretudo, o de energias renováveis sobrevive e cresce globalmente movimentando uma forte indústria que busca a descarbonização dos processos, seja por acordos firmados ou mesmo pela necessidade em meio a busca de mercados ‘verdes’ e as mudanças climáticas tão debatidas em todos os meios. O que foi construído ao longo destes últimos 6 anos e que irão se transformar em investimentos para o Estado até 2030 incluem uma série de projetos. Lembrando que projetos de energia tem um planejamento de longo prazo, sempre. Estamos falando de R$ 26 bilhões em investimentos já realizados, em contratos ou que ainda serão realizados até 2030. Sem contar outros empreendimentos sob análise” explica Sari.

Ele citou alguns desses números no RS:

● Linhas de transmissão R$ 6 bilhões,
● Empreendimento eólico em construção: aproximadamente R$ 1,7 bilhão
● Projetos outorgados no Estado: aproximadamente R$ 5,5 bilhões
● Usinas hídricas em construção: aproximadamente R$ 342 milhões
● Usinas hídricas com outorgas: aproximadamente R$ 1,8 bilhão
● Projetos fotovoltaicos (já realizados): aproximadamente R$ 8,9 bilhões
● Projetos de bioenergias (já contratados): aproximadamente R$ 14 milhões
● Projeto térmico a gás (São Jerônimo): aproximadamente R$ 1,5 bilhão

Segundo o dirigente, o período pós 2030 inclui ainda investimentos em hidrogênio verde (cerca de R$ 62 bilhões), eólicas onshore (R$ 120 bilhões), eólicas nearshore (mercado), aproximadamente R$ 70 bilhões, e eólicas offshore (potencial de mais de R$ 800 bilhões), entre outros.

A edição 2023 do Destaques Renováveis, que reconhece nomes desse mercado de investimentos elevados, teve como tema a Educação para a Descarbonização. Uma das propostas centrais da entidade é estimular a busca pela inovação e capacitação, alinhadas ao desenvolvimento sustentável.

“A indústria que queremos é aquela que orgulha os gaúchos: da transformação social, que gera riquezas, promove a educação e tem por premissa a descarbonização. Não foi à toa que escolhemos esse tema para a edição 2023. É uma das propostas centrais da entidade para os próximos anos. Queremos estimular indústrias, academias, escolas técnicas, ensino médio e fundamental na busca pela inovação e capacitação, alinhadas às premissas do desenvolvimento sustentável”, destaca a diretora de Operações e Sustentabilidade, Daniela Cardeal.

Reconhecimento

Quinze representantes do setor que se destacaram ao longo dos últimos anos foram agraciados. Cinco deles indicados pelo Observatório Sindienergia – relacionado a profissionais que colaboram com a difusão de conhecimentos sobre o tema, e outras 10 personalidades de áreas como indústria, empresas, entidades, Legislativo e Executivo. Já o prêmio máximo da noite, o Destaque Renovável do Ano foi concedido ao governador do RS, Eduardo Leite, representado pelo secretário-chefe da Casa Civil, pelo setor público, e representando o setor privado, o CEO da Renobrax, Christian Hunt.

Confira a lista completa dos vencedores do prêmio Destaques Renováveis 2023:

Destaque Renovável do Ano do Setor Público
Eduardo Leite – Governador do Rio Grande do Sul

Destaque Renovável do Ano do Setor Privado
Christian Hunt – CEO da Renobrax

Homenageados do Observatório do Sindienergia-RS

Ações Públicas de Fomento ao Setor
Luiz Fernando Mainardi – Deputado Estadual

Notícias para a Sociedade
Giovanni Tumelero – Diretor-presidente do Jornal do Comércio

Materiais para a Entidade
Sergio e Katia Juchem – Sócios da Juchem Advocacia

Capacitação para o Setor
Tiago Nascimento – Diretor Executivo da Clean Energy

Evento do Ano
Daniela Cardeal, Davi Faria, Guilherme Sari e Rodrigo Sucesso – Fundadores do Evento Wind of Change

Homenageados da Entidade

Destaque no Executivo
Fábio Branco – Prefeito de Rio Grande

Destaque no Legislativo
Frederico Antunes – Líder do Governo na Assembleia Legislativa

Destaque no Governo
Ernani Polo – Secretário de Desenvolvimento Econômico

Destaque na Indústria
Rafael Salamoni – Diretor Operacional da Biotérmica

Destaque Empresarial
Cristiano Klinger – Presidente da Portos-RS

Federação Destaque
Gedeão Pereira e Domingos Lopes Velho – Presidente e Diretor Vice-Presidente da FARSUL

Entidade Destaque
Marjorie Kauffmann – Secretária do Meio Ambiente e Infraestrutura

Instituição Financeira Destaque
Claudio Leite Gastal – Presidente do Badesul

Oportunidades Internacionais
Carrie Muntean – Cônsul Geral do Consulado dos Estados Unidos em Porto Alegre

Destaque em ESG
Alexandre Bugin – Diretor da ABG Engenharia e Meio Ambiente

Colaborador do Ano
Patricia Dorneles – Gerente de Financeiro no Sindienergia-RS

https://www.sindienergiars.com.br/