ENERGY
energia-inovadora-2024-rede-brasil-inovador-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-absolar-energy-summit-global-rio
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-universo-totvs-sp-2
energia-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-hub-startup-absolar-gas-ibpg-rio-emtech-energy-mit
energia-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-hub-startup-eolica-brazil-windpower-bwp-informa

Usina de energia solar é inaugurada na Acacci – Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil

Usina de energia solar é inaugurada na Acacci – Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil

Usina de energia solar é inaugurada na Acacci

A expectativa da Associação é uma redução de até 85% na conta de energia

A Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil – Acacci, consciente do seu papel socioambiental e objetivando a otimização dos recursos captados, inaugurou hoje, 28 de maio, seu parque fotovoltaico (energia solar). A usina capta os raios solares e os transforma em fonte de energia limpa (verde). Ao todo, foram instaladas 143 placas, que serão capazes de gerar, anualmente, aproximadamente 120 mil Kwh por ano, o que representa, aproximadamente, uma redução de 85% na conta de energia elétrica.

A prestação de contas sobre o investimento da implementação da energia solar foi realizada em uma cerimônia simbólica no pátio da instituição, reunindo assistidos, empregados, parceiros, voluntários e financiadores. Na oportunidade, esteve presente o Paulo Souza (representando a família que realizou uma doação, que permitiu a implementação do projeto pela Acacci), Caio Tobal e equipe (representando a Caluz Solar – empresa que realizou a implementação) e Carlos Júnior (representando a empresa Fortlev Solar – organização parceira no processo de implementação). A expectativa é que seja gerada uma economia aproximada de 70 mil reais por ano, com o investimento recuperado em aproximadamente 3 anos.

O diretor-presidente da Acacci, Francisco Carlos Gava, destaca a importante participação da sociedade para a concretização das instalações dos painéis solares. “Este é um passo importante para a instituição. Afinal, neste projeto específico, estamos atuando em consonância com um dos objetivos do desenvolvimento sustentável, sendo a energia limpa e renovável. E toda sociedade que acredita no trabalho realizado pela Acacci faz parte desse processo, isso porque recursos do Nota Premiada Capixaba, dentre outros, também foram utilizados para a construção no parque fotovoltaico”, conta.

A superintendente executiva da Associação, Luciene Sales Sena, completa dizendo que os recursos economizados poderão ser utilizados para atividades diretas voltadas ao público assistido. “Há cerca de dois anos já estudávamos a viabilidade deste investimento. Essa é uma economia importante para uma organização da sociedade civil, que poderá potencializar a sua prestação de serviços, proporcionando mais bem-estar e qualidade de vida aos assistidos. Destacamos também o compromisso da instituição com a transparência e as boas práticas de gestão de recursos”, conclui.

Economia que será sentida na ponta

Jane Costa, que é mãe de um paciente assistido, conta como será sentido, na prática, o investimento realizado. “Eu, mãe de paciente, só tenho a agradecer à Acacci por toda essa articulação e investimento. Eu senti na pele todo o processo moroso que é a descoberta do câncer em crianças e adolescentes, pois vivenciei isso com o meu filho. Por isso, torço para que mais pessoas tenham acesso mais rápido às consultas médicas e exames. E a Acacci também trabalha nesse sentido de sensibilizar as pessoas sobre os sinais e sintomas do câncer infantil. Eu tenho a certeza de que, essa economia que será gerada, ajudará muitas pessoas”, diz.